2014

VII CAM Rally Festival

Reunindo cerca de 240 participantes, o VII CAM Rally Festival voltou a ser um enorme sucesso junto dos pilotos, equipas e adeptos. O interessante traçado delineado no circuito bracarense (que englobava a pista de velocidade e o kartódromo) foi palco de inúmeras peripécias das quase duas centenas de participantes na Regularidade, na sua grande maioria oriundos da Galiza. Já no Rali Sprint, Sergio Vallejo teve a vida facilitada e venceu sem grande oposição a prova organizada pelo Clube Automóvel do Minho.

Embora estivesse prevista a participação de José Pedro Fontes no seu Porsche 911 GT3, o duelo germânico acabou por não se realizar por motivos de logística da Sports&You. Desta forma, apenas Pedro Morera, em Subaru Impreza WRC, deu réplica ao Campeão de Espanha de Ralis de Asfalto mas o abandono na 2ª classificativa, devido à quebra do diferencial central, deitava por terra a disputa pela vitória. António Rodriguez, Manuel Castro e Manuel Senra discutiram entre si as restantes posições do pódio, tendo terminado classificados na 2ª, 3ª e 4ª posição respectivamente.

O DIREITA3 esteve presente no último rali nacional de 2014, trazendo até aos nossos leitores os melhores registos fotográficos desta prova.

Rali Cidade de Gondomar

Com o título por decidir entre os veteranos Fernando Peres e Vitor Pascoal, o Rali Cidade de Gondomar foi palco de um emocionante duelo entre os dois pilotos. Pascoal viria no entanto a desistir na 1ª classificativa da tarde de Sábado, devido a um problema mecânico no Mitsubishi Lancer EVO VII. Com esta situação, Fernando Peres via confirmado mais um título no seu vasto currículo nos ralis, tendo terminando a prova na 2ª posição.

A vitória no Rali Cidade de Gondomar seria no entanto alcançada por João Barros, sempre espectacular ao volante do potente Ford Fiesta R5. O piloto de Paredes não deu qualquer hipótese de resposta aos restantes concorrentes, liderando a prova de fio a pavio. No último lugar do pódio terminou um surpreendente João Ruivo, ao volante do velhinho Peugeot 206 GTI. Ruivo bateu o Renault Clio R3 de Joaquim Alves nesta luta particular, terminado com apenas 1.6 segundos de vantagem.

O DIREITA3 regressou às classificativas gondomarenses para mais uma espectacular prova, trazendo aos nossos leitores alguns dos melhores momentos deste rali.

Rampa da Penha III

Após o cancelamento da Rampa da Sr.ª da Graça e com alguns títulos ainda por decidir, os promotores do Campeonato Nacional de Montanha e a Demoporto disponibilizaram-se para a realização de mais uma Rampa da Penha, em Guimarães. A lista de inscritos reflectiu o clima de “fim de festa” associado a este evento, com apenas 30 pilotos a marcarem presença nesta prova.

A 3ª visita da Montanha à Penha ficou marcado pelo grave incidente protagonizado por Joaquim Rino. O seu BRC incendiou-se junto à “Curva da Morte” e apesar dos esforços dos comissários, fotógrafos e do próprio piloto, nenhum dos extintores disponíveis funcionou quando foram necessários. Quando os bombeiros chegaram ao local, já nada havia a fazer para salvar o BRC.

No capítulo desportivo, Rui Ramalho não teve qualquer oposição na Rampa da Penha III. Fruto dos problemas na caixa de velocidades do BRC de Nuno Guimarães e do incêndio no BRC de Joaquim Rino, Ramalho esteve numa classe à parte e somou mais um triunfo no Campeonato Nacional de Montanha. Joaquim Teixeira e José Pedro Gomes confirmaram os títulos na Categoria 5 e 6 respectivamente.

Como é hábito no DIREITA3, estivemos presente nesta última prova do Campeonato Nacional de Montanha, registando alguns dos melhores momentos deste evento em exclusivo para os nossos leitores.

Autoclássico & Motorshow

Há mais de uma década que os pavilhões da Exponor acolhem o Autoclássico & Motorshow, um evento promovido pela Xikane e pela Eventos del Motor. Milhares de fanáticos do automobilismo rumaram a Norte para um fim de semana passado entre os clássicos de outros tempos e as potentes máquinas de competição. Entre os principais destaques deste evento, a presença do Lancia Delta S4 com as cores da Martini Racing, o qual fez recordar a juventude de muitos dos adeptos presentes, passada invariavelmente nas Serras de Sintra durante o Rali de Portugal.

No capítulo desportivo, Vitor Pascoal venceu o Motorshow, batendo Joaquim Santos e o seu potente Ford Focus 2.0 Turbo. Ao volante do Mitsubishi Lancer EVO VII que habitualmente utiliza no Campeonato de Ralis Norte, Pascoal estabeleceu um novo tempo recorde de 1m31.142s, superando Joaquim Santos por apenas 0.424s. Na terceira posição ficou um surpreendente João Sousa, em Peugeot 306 Maxi. O jovem piloto havia surpreendido tudo e todos durante as mangas de qualificação, batendo os 4×4 num traçado escorregadio. No entanto, a super-final reestabeleceu a ordem e Sousa foi o melhor 2 rodas motrizes presente em prova.

A estrela do evento, Markku Alen, não foi além da 4ª posição, sendo o melhor representante da AR Vidal. Hélder Silva levou o BMW 323 ao triunfo entre as viaturas clássicas, alcançando a 7ª posição da classificação geral e Filipa Sanguedo foi a melhor piloto feminina do Motorshow, levando o pequeno Opel Adam à 16ª posição na tabela classificativa.

Tal como foi o caso em anos anteriores, o DIREITA3 não faltou a mais um Autoclássico & Motorshow, trazendo até aos seus leitores alguns dos melhores registos fotográficos deste evento.

Rampa da Penha II

A derradeira visita do Campeonato Nacional de Montanha à Serra da Penha, em Guimarães, era decisiva para as contas do título. Rui Ramalho precisava de vencer para adiar a entrega do título para a Rampa da Senhora da Graça. No entanto, caso Pedro Castanon vencesse na Penha, o título estaria entregue ao piloto espanhol.

Num dia que se iniciou com muita chuva, o asfalto encontrava-se traiçoeiro. Com zonas bastante húmidas, devido à densa vegetação presente na Rampa da Penha que dificulta a secagem do asfalto, todo o cuidado era pouco. Isso mesmo seria comprovado por Tiago Reis: um acidente na derradeira subida de prova deixou o seu Ford Fiesta Cosworth bastante danificado, felizmente sem consequências físicas para o piloto.

Na última súbida, com o asfalto mais seco, Rui Ramalho salta para a liderança da Rampa da Penha II, com o tempo de 1m29s. No entanto, Pedro Castanon não se fez rogado e bateu o tempo do piloto portuense, registando um crono de 1m27s. No somatório das duas melhores subidas de prova, Castanon terminou a prova com 2m58,616s, enquanto Ramalho registou apenas 3m00,924s. Tiago Reis foi o 3º classificado, com 3m09,465s, tendo saído da Penha com o título da Classe 3.

Nas restantes categorias, Manuel Correia bateu a oposição na Classe 4, Luís Silva levou o Mitsubishi Lancer à vitória na Classe 5 e José Pedro Gomes foi o melhor representante da Classe 6. Na Taça Nacional de Montanha, Paulo Pinto levou o Peugeot 106 aos triunfos.

O DIREITA3 esteve presente em Guimarães para cobrir mais uma prova do Campeonato Nacional de Montanha e trazer aos seus leitores alguns dos melhores momentos.

Rali Sprint de Guimarães

O Rali Sprint de Guimarães, prova organizada pelo Motor Clube de Guimarães em parceria com o Team Baia, foi para a estrada no passado dia 7 de Setembro. Contando com cerca de meia centena de inscritos, o Rali Sprint de Guimarães era a 8ª e derradeira prova da edição de 2014 do Campeonato Inter-Municipios do Norte.

O evento ficou no entanto marcado pelo trágico acidente que vitimou 3 pessoas (2 crianças de 8 e 13 anos e uma mulher de 48 anos) e deixou com ferimentos graves uma mulher de 18 anos e um homem de 40 anos. A dupla Hélder Macedo/Marco Mota perdeu o controlo do Renault Clio V6, saindo de estrada após a tomada de tempos e embatendo nos espectadores que se encontravam junto à berma da estrada.

DIREITA3 traz até aos seus leitores a galeria desta prova, infelizmente marcado por este dramático acontecimento.

Rampa Capital do Móvel

A Rampa Capital do Móvel regressou à estrada em 2014, sendo novamente organizada pelo Clube Aventura do Minho. A expectativa era grande, dado que Pedro Castañon liderava a tabela classificativa à entrada para esta prova, mas Rui Ramalho prometia lutar pelo triunfo e com isso, colocar-se numa posição mais vantajosa na luta pelo título absoluto.

Com o calor e o inúmero público a marcarem presença em Paços de Ferreira, a luta pela vitória ficou resumida aos dois pilotos referidos: Pedro Castañon e Rui Ramalho. O piloto espanhol foi o mais rápido nas duas primeiras subidas de prova, controlando o andamento na última subida de prova. Apesar do tempo mais rápido na derradeira subida, Rui Ramalho ficou a 5 segundos de Castañon, após ter enfrentado problemas mecânicos no seu Juno CN09.

O famalicense Tiago Reis levou o espectacular Ford Fiesta S2000T à vitória na Categoria 3, enquanto que na Categoria 1 o triunfo ficou a cargo do potente Porsche 911 GT2 de António Nogueira. Joaquim Teixeira levou o Seat Leon Supercopa à vitória na Categoria 5 e Hélder Silva voltou a conquistar o lugar mais alto do pódio na Categoria 6. Na Categoria 4, José Paulo Sousa impôs o BMW M3 E30 face à sua concorrência directa.

O DIREITA3 esteve presente em Paços de Ferreira, registando alguns dos melhores momentos de um evento que deixou boas recordações a todos os presentes.

Rali de Santo Tirso

A edição de 2014 do Rali de Santo Tirso marcou o regresso da organização desta prova ao clube automóvel da cidade (Clube Automóvel de Santo Tirso). Com muito público presente ao longo dos dois dias de prova, o Rali de Santo Tirso contou com 45 equipas inscritas e consagrou a dupla Miguel Barbosa/Alberto Silva, em Mitsubishi Lancer EVO IX.

O piloto de Famalicão liderou o Rali de Santo Tirso desde a sua primeira classificativa nocturna, disputada no centro de Santo Tirso. Ao longo do dia de Sábado, Miguel Barbosa e Alberto Silva venceram todas as classificativas, terminando o rali na 1ª posição com 39.7 segundos de vantagem relativamente ao 2º classificado.

André Cabeças e Bino Santos, em Mitsubishi Lancer EVO V, nunca estiveram em condições para atacar o líder da prova. Desta forma, a  dupla centrou todas as suas atenções no Renault Clio R3 de Joaquim Alves/Pedro Alves, os 3º classificados no final deste rali e vencedores nas duas rodas motrizes.

DIREITA3 esteve no terreno e acompanhou a par e passo todos os momentos desta prova, trazendo aos nossos leitores uma completa galeria que recorda os melhores momentos deste rali.

Rampa da Penha – I

A 1ª visita à Rampa da Penha, prova organizada pela Demoporto, contou com novas caras e máquinas inscritas para a temporada de 2014 do Campeonato Nacional de Montanha. O público, à semelhança dos últimos anos, voltou a marcar presença em elevado número, acompanhando a par e passo e com entusiasmo todos os desenvolvimentos da prova vimaranense.

No que concerne a vertente competitiva da prova, o piloto espanhol César Rodriguez foi o vencedor da 1ª prova desta nova temporada, ao volante de um BRC B49. A 2ª posição foi conquistada por Pedro Castañon, em Juno CN09. O degrau mais baixo do pódio foi alcançado pelo melhor português em prova, João Fonseca, em Silvercar S2.

Relativamente às restantes categorias, António Nogueira venceu na Categoria 2, batendo o Ford Fiesta R5 de João Barros. Manuel Pereira levou o potente Mitsubishi Lancer EVO VII à vitória na Categoria 3, Joaquim Teixeira e o seu Seat Leon Supercopa triunfaram na Categoria 5 e Hélder Silva foi o melhor classificado na Categoria 6, ao volante do seu BMW E21.

DIREITA3 esteve presente na Penha e registou alguns dos melhores momentos deste arranque da nova temporada do Campeonato Nacional de Montanha.

Racing Weekend – Braga

A época da Velocidade Nacional arrancou no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, com a realização do Racing Weekend. O renovado Campeonato Nacional de Velocidade contou com novas máquinas, tendo o destaque ido para os mais recentes Sport Protótipos presentes em pista. Os Clássicos, o Troféu Abarth 500 e o Desafio Único também brilharam no circuito minhoto, proporcionando muita animação em pista.

Stefano de Val levou o Wolf ao triunfo nas duas corridas reservadas ao Campeonato Nacional de Velocidade, batendo a forte oposição lusitana presente em Braga. Rui Costa beneficiou dos problemas de António Nogueira para somar duas importantes vitórias ao volante do seu espectacular Ford Escort. Na recém criada Legends Cup, Luís Barros dominou a seu belo prazer, dando bastante espectáculo com o seu Ford Sierra Cosworth RS500.

Entre os Classic SuperStock, Manuel Oliveira e Paulo Duarte repartiram as vitórias no traçado minhoto. Quanto aos Single Seaters, Tiago Marques e Tiago Raposo foram os vencedores das duas animadas corridas programadas. O enorme pelotão do Desafio Único também esteve presente em Braga, tendo Alexandre Gonçalves/Paulo Ribeiro e André Pinto/João Brites vencido as duas provas nos FEUP3 e FEUP2 respectivamente. Finalmente, as vitórias no Troféu 500 Abarth foram repartidas por Francisco Carvalho e Juuso Pajuranta.

DIREITA3 marcou presença no Circuito Vasco Sameiro, acompanhando a par e passo o desenrolar de todas as provas que integraram a 1ª jornada do Racing Weekend.

WRC Fafe Rally Sprint

O WRC Fafe Rally Sprint, evento que antecede o Vodafone Rally de Portugal, voltou à estrada para mais uma edição e contou com um número recorde de espectadores presentes em Fafe: 140 mil, segundo as estimativas da RTP. Além dos nomes sonantes do Campeonato do Mundo de Ralis, vários pilotos nacionais estiveram presentes e mostraram o seu valor num troço bem conhecido do público português.

Sébastien Ogier foi o vencedor da edição de 2014 deste evento, conquistando o público com a disponibilidade, simpatia e desempenho demonstrado ao longo dos 6 kms outrora utilizados na antiga classificativa Fafe-Lameirinha. Relativamente às cores nacionais, Ricardo Moura foi o melhor representante com o Skoda Fabia S2000 e Vitor Pascoal triunfou entre os VSH, ao volante do Mitsubishi Lancer EVO VII.

DIREITA3 regressou a Fafe para mais uma tarde repleta de espectáculo, pó e muita adrenalina à mistura!

Rali Cidade de Guimarães

O Targa Clube colocou na estrada um dos mais emocionantes ralis de sempre, pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis e que foi ganha por Pedro Meireles, após uma animada luta com Ricardo Moura. Com o Porsche 911 GT3 de José Pedro Fontes a ser a principal atracção da prova, a viatura germânica liderou até ter um saída de estrada ao final da manhã.

João Barros assumiu então a liderança do Rali Cidade de Guimarães até enfrentar problemas mecânicos no seu Ford Fiesta R5. O açoriano Ricardo Moura e o piloto local Pedro Meireles protagonizaram então uma emocionante luta pela vitória, cujo resultado foi apenas decidido na última classificativa por apenas 3 décimas de segundo!

No Campeonato de Ralis do Norte, Fernando Peres dominou ao longo do rali mas tal como Ricardo Moura, viria a perder a vitória na derradeira classificativa devido a um furo. Nuno Cardoso aproveitou a ocasião, carimbando a vitória na prova disputado no Minho.

Mais uma vez, o DIREITA3 traz até aos seus leitores alguns dos melhores momentos desta emocionante prova organizada pelo Targa Clube e acompanhada ao vivo por milhares de espectadores.

Rali Serras de Fafe

O Rali Serras de Fafe voltou a inaugurar o Campeonato Nacional de Ralis, contando com uma recheada lista de inscritos, muito público e competição de cortar a respiração. Pedro Meireles foi o vencedor da prova organizada pela Demoporto, tendo batido Martin Kangur para apenas 1.3 segundos! O ex-campeão nacional Rui Madeira regressou aos ralis, mostrando que quem sabe nunca esquece ao alcançar o 3º lugar.

Adruzilo Lopes venceu na Produção, aproveitando os problemas mecânicos sofridos pelo Subaru Impreza STI de José Pedro Fontes. No Campeonato de Ralis do Norte, Fernando Peres dominou a seu belo prazer, batendo a restante “armada Mitsubishi” presente em Fafe. Gil Antunes e Daniel Nunes venceram nas duas rodas motrizes, referentes ao Campeonato Nacional de Ralis e Campeonato de Ralis do Norte respectivamente.

DIREITA3 esteve presente em Fafe, acompanhando a par e passo todos os acontecimento desta prova e trazendo alguns dos melhores momentos aos nossos leitores.

VI CAM Rally Festival

Foi debaixo de chuva persistente que se desenrolou o 6º CAM Rally Festival, prova organizada pelo Clube Automóvel do Minho que a cada edição atrai mais pilotos e espectadores no Circuito Vasco Sameiro. José Iglésias, ao volante de um Mitsubishi Lancer EVO VIII, foi o vencedor do rali, batendo o potente Peugeot 306 Maxi de Manuel Senra e o Porsche 911 GT3 de Gonçalo Manahu.

Manuel Senra foi o líder inicial da prova, impondo o rápido Peugeot 306 Maxi à forte concorrência presente em Braga. No entanto, José Iglésias colocou o seu Mitsubishi Lancer EVO VIII no 1º lugar logo no 2º troço, beneficiando da tracção total da sua viatura. Com a chuva a manter-se ao longo dos restantes troços, Iglésias terminou a prova na 1ª posição, com 10.8s de vantagem sobre Senra.

No último lugar do pódio terminou o Porsche 911 GT3 de Gonçalo Manahu, a 11.3 segundos do 1º classificado. Apesar da elevada potência do Porsche, a chuva persistente impediu um melhor resultado por parte do piloto portuense. Na Regularidade, Pedro Martins foi o mais consistente, triunfando ao volante do Ford Escort.

O DIREITA3 marcou presença nesta arranque da temporada de ralis nacionais, registando alguns dos momentos altos que se viveram no Circuito Vasco Sameiro.