Terranova vence 7ª etapa do Dakar
11 Janeiro 2015 - José Soares da Costa

Em dia de descanso para motos e quads, foram os camiões e os carros que tiveram todo o protagonismo ao longo da 7ª etapa do Dakar, a 1ª metade de uma etapa maratona, sem assistência dos mecânicos das equipas. Na entrada na Bolívia, Orlando Terranova somou mais uma vitória mas foi Giniel de Villiers quem se destacou, ao ganhar algum tempo ao ainda e sempre líder da prova, Nasser Al-Attiyah. Nos camiões, Mardeev aproveitou os problemas de Nikolaev para assumir a liderança da prova.

Ao 7º dia de prova, o Dakar entrou na Bolívia, onde enfrentou um percurso de 321 Km a mais de 3 mil metros de altitude. O percurso entre Iquique e Uyuni (distinto para carros e camiões) apresentava algumas armadilhas, sobretudo nos cruzamentos de estradas. A chuva também fez parte do programa, aumentando ainda mais as dificuldades sentidas pelas várias equipas ao longo da etapa.

As Toyota Hilux Overdrive deram inicialmente um ar da sua graça, com Leeroy Poulter e Yazeed Al-Rajhi a liderarem em pontos distintos da etapa. No entanto, Orlando Terranova sobressaiu na última metade da etapa, passando para a liderança. Atrás de si rodava Giniel de Villiers, Leeroy Poulter e Nasser Al-Attiyah. No entanto, Terranova não cedeu terreno e acabaria mesmo por vencer a etapa. Yazeed Al-Rajhi terminou o dia na 2ª posição, a 2m20s do piloto da MINI. Na última posição do pódio ficou mais uma Toyota Hilux, entregue a Bernhard Ten Brinke, a 2m28s do 1º classificado. Relativamente à luta pela vitória, Giniel de Villiers (6º classificado) recuperou 2m58s a Nasser Al-Attiyah (7º classificado).

Na classificação geral, Nasser Al-Attiyah lidera com 8m14s de vantagem sobre Giniel de Villiers e Yazeed Al-Rajhi ocupa a 3ª posição, a 21m16s do líder da prova. Quanto a Carlos Sousa, o piloto português apenas rubricou o 17º tempo na 7ª etapa, tendo descido uma posição na classificação geral. Sousa ocupa agora a 9ª posição, a 1h58m do 1º classificado.

Nos camiões, o dia foi negativo para Eduard Nikolaev, que perdeu cerca de uma hora no inicio da tirada. Com isso, foi Airat Mardeev quem aproveitou, vencendo a 7ª etapa e saltando para a liderança com cerca de 22 minutos de vantagem sobre o seu colega de equipa, Andrey Karginov. O piloto russo foi apenas o 3º classificado, perdendo 5m49s relativamente a Mardeev. Gerard de Rooy regressou aos bons registos com mais um 2º lugar, a 5m39s do melhor registo do dia. Na classificação geral, a Kamaz ocupa os 3º lugares do pódio. Além de Mardeev e Karginov, a Kamaz conta também com Dmitry Sotnikov, que ocupa a 3ª posição a 44m06s de Mardeev.