Hamilton sagra-se Bi-Campeão do Mundo
24 Novembro 2014 - José Soares da Costa

Em Abu Dhabi, Lewis Hamilton sagrou-se Bi-Campeão do Mundo de Fórmula 1, após uma vitória incontestável. Apesar do alemão Nico Rosberg ter conquistado a pole position na sessão de qualificação, um mau arranque e vários problemas com o motor do seu Mercedes deitaram por terra as suas aspirações ao título. A Williams também esteve em destaque, ocupando as duas últimas posições do pódio.

Com Lewis Hamilton a partir  da 2ª posição da grelha, Nico Rosberg tinha apenas um objectivo no Grande Prémio de Abu Dhabi: efectuar um arranque perfeito e vencer a prova, esperando que Hamilton sofresse algum problema mecânico. Por ironia do destino, nada aconteceu como estaria inicialmente previsto: Rosberg perdeu a 1ª posição logo nos primeiros metros e o pior estava para vir!

Lewis Hamilton efectuou um arranque sem mácula, deixando para trás Nico Rosberg. A partir desse momento, Hamilton foi dilatando a vantagem até 2 segundos. No entanto, à 26ª volta o Mercedes de Nico Rosberg começou a apresentar diversos problemas mecânicos. O ERS do W05 falhou completamente e com isso o monolugar germânico perdeu cerca de 160cv. A pouco e pouco, Rosberg foi perdendo tempo e posições, acabando por terminar a prova num longínquo 14º lugar.

Lá na frente, Lewis Hamilton liderava a prova sem contestação. No entanto, os Williams de Felipe Massa e Valtteri Bottas apresentavam um ritmo capaz de incomodar a liderança do piloto britânico, após a 2ª e última paragem nas boxes. Quando Hamilton diminuiu o ritmo de corrida, a pouco mais de 10 voltas do final do Grande Prémio, Felipe Massa encetou uma forte recuperação e foi ganhando vários segundos por volta.

No final do Grande Prémio, Hamilton terminou na 1ª posição, com menos de 3 segundos de vantagem relativamente ao piloto brasileiro, equipado com pneus super-macios. Quanto a Valtteri Bottas, acabou o GP na 3ª posição após uma corrida de recuperação, tendo caido várias posições no arranque da prova. No entanto, os problemas de Rosberg acabaram por confirmar o derradeiro lugar do pódio e nem Daniel Ricciardo, 4º classificado, seria capaz de incomodar o resultado do piloto finlandês.

Ricciardo, por sua vez, voltou a bater o seu colega de equipa Sebastian Vettel. O piloto australiano partiu das boxes mas graças a um andamento decisivo, logrou alcançar a 4ª posição no final do GP. Atrás de si terminou Jenson Button, piloto que ainda desconhece o seu futuro no seio da Mclaren. Tal como Ricciardo, Button também bateu o seu colega de equipa Kevin Magnussen, apenas 11º classificado.

A 6ª e 7ª posição foram ocupadas pelos dois pilotos da Force India. Nico Hulkenberg e Sérgio Pérez efectuaram uma óptima gestão dos pneus e tal como Felipe Massa, montaram pneus super-macios na fase final da prova. Com isso, ultrapassaram vários pilotos e terminaram bem classificados em Abu Dhabi. Sebastian Vettel, 8º classificado, ainda desafiou Sério Pérez nas últimas voltas, mas o mexicano logrou mantê-lo atrás de si. Na sua despedida da Red Bull, Vettel não repetiu a glória dos últimos anos.

Fernando Alonso e Kimi Raikkonen encerraram o lote de piloto pontuáveis em Abu Dhabi. Num fim de semana marcado pela despedida do Bi-Campeão espanhol da escuderia italiana, Alonso bateu novamente Kimi Raikkonen. Quanto ao seu futuro, nada se sabe…embora o antigo Rei Juan Carlos já tenha confidenciado a ida de Alonso para a Mclaren aos microfones da rádio espanhola Antena 3!

Segue-se agora um longo período de Inverno, onde as equipas e pilotos irão preparar-se para a próxima temporada. Jerez de la Frontera irá acolher os primeiros testes de 2015 entre os dias 1 e 4 de Fevereiro. Entre os dias 19 e 22 de Fevereiro e os dias 26 de Fevereiro e 1 de Março, Barcelona será o palco dos últimos testes pré-temporada. O arranque do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2015 está agendado para o Grande Prémio da Austrália, entre os dias 13 e 15 de Março.