Ma e Lopez repartem vitórias em Moscovo
9 Junho 2014 - José Soares da Costa

O WTCC visitou pela primeira vez o Moscow Raceway e tal como noutras ocasiões, os Citroen C-Elysée voltaram a dominar sem qualquer contestação. José Maria López e Ma Qing Hua repartiram as vitórias na Rússia, batendo uma oposição relativamente fraca, sem argumentos para contrariar o andamento das viaturas francesas. O português Tiago Monteiro não teve vida fácil, somando apenas um 7º lugar nesta jornada.

Partindo da pole position alcançada no dia anterior, José Maria López liderou a 1ª prova do fim de semana de fio a pavio, batendo o italiano Gabriele Tarquini, em Honda Civic e o seu colega de equipa Sébastien Loeb. Apesar de todos os esforços e da pressão sobre o piloto italiano, Loeb não conseguiu dar uma dobradinha à marca do “double chevron”.

Quanto a Tiago Monteiro, que havia partido da terceira posição, não teve a sorte do seu lado e acabaria por perder uma posição ainda no arranque da prova. Uma excursão fora de pista quando estava em luta directa com Yvan Muller levaria ao 7º lugar, posição onde terminaria esta prova.

Na 2ª corrida, Ma Qing Hua repetiu o desempenho de José Maria López e entregou mais uma vitória à Citroen. Com Hugo Valente a partir da pole position com o Chevrolet Cruze “preso por arames” (fruto de uma colisão com Dusan Borković na 1ª corrida), Ma Qing Hua aproveitou as circunstâncias.

O francês Valente viria mesmo a ser penalizado com um drive through na 2ª volta da corrida, devido ao trabalho efectuado pelos mecânicos ainda na grelha de partida. Com isto, Ma Qing Hua assumiu a liderança da prova, apesar da forte pressão do Honda Civic do húngaro Norbert Michelisz.

Com a ascensão de Yvan Muller à 2ª posição e sua rápida aproximação ao piloto chinês, Ma Qing Hua encontrava-se numa situação delicada até ao final da prova. No entanto, as posições não se alterariam até ao final da prova e o Ma conseguiria mesmo a primeira vitória de um piloto de nacionalidade chinesa num Campeonato do Mundo FIA.

No derradeiro lugar do pódio terminou o Honda Civic de Mehdi Bennani. O português Tiago Monteiro esteve na luta pelo pódio mas acabaria por não terminar a 2ª prova do fim de semana, devido a problemas eléctricos no seu Honda Civic a 4 voltas do fim.