PRMiniracing azarada no Caramulo
12 Setembro 2014 - José Soares da Costa

Teve lugar no passado fim-de-semana a Rampa do Caramulo, prova que marcou o regresso de férias. Na realidade o mau tempo marcou presença durante os dois dias, com bastante chuva e nevoeiro, como se tratasse de dois rigorosos dias de Inverno, sendo a tónica dominante nesta prova e causando sérias dificuldades a todos os pilotos e suas equipas.

Muitas das vezes na gíria popular se diz que “tens de ir à bruxa…“. Rui efectivamente nesta prova voltou a ter o azar na verdadeira acepção da palavra do seu lado, mas expliquemos. Com a chuva a marcar presença na 1ª subida de treinos de sábado, a utilização de pneus de chuva foi mandatória, com o piloto a conseguir ser terceiro sem dificuldade de maior e mantendo bastante margem para melhorar nas subidas seguintes.

Para a 2ª subida de treinos e com a chuva a fazer uma breve pausa, possibilitando o traçado secar quase na sua totalidade, os pilotos optaram e bem em montar nos seus carros pneus slick para seco, possibilitando novamente ao piloto mais novo da equipa realizar nova subida sem problemas de maior, progredindo os seus tempos e a manter-se na discussão das primeiras posições.

No entanto, enquanto os pilotos aguardavam pela ordem de descida para regressarem às suas assistências, uma forte chuvada surge, alagando por completo o traçado, fazendo surgir em algumas zonas verdadeiros lençóis de água que desciam encosta abaixo e apanhando completamente desprevenido Rui que ao atravessar na descida uma dessas zonas, mesmo a baixa velocidade, o seu Juno que equipava pneus slick, entrou em “aquaplaning”, ficando sem controle direccional e com isso a embater no talude de terra que ladeava o traçado, projectando-o novamente para o meio da pista.

Como resultado deste azar, o Juno ficou bastante mal tratado de carroçaria e com alguns elementos da suspensão traseira partidos. Como se pode compreender, foi um balde de água fria na verdadeira acepção da palavra, não só em termos de resultado nesta prova, mas também em termos de Campeonato.

Com a chegada do Juno CN09 à tenda de assistência do Team PRMiniracing, rapidamente a equipa avaliou os estragos, concluindo que conseguiria recolocar em prova em condições mínimas o Juno, usando para o efeito algumas peças da suspensão do Juno SSE que Paulo Ramalho estava a utilizar. Assim, o líder da equipa e piloto Paulo Ramalho, rapidamente deu instruções à sua equipa para avançarem com a operação, relegando para segundo plano a sua participação, uma vez que esta decisão implicou a imobilização do seu Juno para o restante fim-de-semana.

Rui deixou uma palavra de agradecimento a todos os elementos da equipa pela dedicação e trabalho executados no seu carro e que com isso permitiram a sua participação nas 2 subidas obrigatórias de prova de Domingo e mesmo com sérias deficiências aerodinâmicas e um alinhamento deficitário no seu Juno, Rui terminou numa honrosa 5ª posição a escassas 9 décimas de segundo do 3º classificado.

Efectivamente o piloto mais velho e líder da equipa teve uma prova que pelos motivos acima descritos ficou logo na fase inicial relegada para segundo plano em detrimento do seu irmão Rui, pois como se sabe, o objectivo principal da equipa este ano é lutar pelo Campeonato através do piloto mais jovem da equipa.