PRMiniracing com novos objectivos
26 Abril 2014 - José Soares da Costa

Será já no próximo domingo na Rampa da Penha – Guimarães que se inicia o Campeonato de Portugal de Montanha 2014. Adivinha-se um Campeonato deveras competitivo, com novos carros bastante performantes, novos pilotos e rampas reintroduzidas no calendário (Murça e Mondim de Basto) prometem animar este popular Campeonato que terá o seu ponto alto na Rampa da Falperra. A Rampa da Falperra será novamente uma das oito provas que constituem o calendário nacional deste ano, contando também para o Europeu da especialidade, aguardando-se a presença de dezenas de pilotos dos diversos cantos da Europa, os quais serão certamente muito bem recebidos por cerca de 70.000 entusiastas espectadores.

Paulo Ramalho no início deste ano foi surpreendido por um episódio de saúde para o qual está a ser alvo de tratamento e como tal não lhe permite estar a 100% fisicamente em algumas das provas e obrigando-o a faltar a uma ou outra devido à recuperação que se espera no pós-cirurgia. Perante esta situação, o piloto do Porto para defender os interesses da equipa e os compromissos comerciais com todos os parceiros, decidiu “apostar tudo” no seu irmão Rui, que irá participar em todas as provas do calendário, utilizando para o efeito o mais recente e evoluído Juno CN09, até então utilizado pelo seu irmão Paulo.

Enquanto que aguarda pela cirurgia prevista para a próxima semana, Paulo demonstrando uma vez mais a “fibra” que o define como pessoa, profissional e piloto, não deixará de marcar presença nesta prova inaugural, utilizando para o efeito o mais antigo e como tal menos competitivo Juno SSE, sendo o resultado a alcançar secundário, mas o facto de participar será a sua primeira “vitória” deste ano. O piloto manifestou o seu muito sentido agradecimento a todo o apoio recebido nos últimos meses dos amigos, colegas de trabalho, patrocinadores, todos os elementos da equipa, família e o muito especial e incondicional apoio da sua esposa Isabel.

Rui Ramalho que este ano será o “ponta de lança” da equipa marcará presença na Penha com o intuito de alcançar o melhor resultado possível, com o objectivo de amealhar o máximo de pontos para as contas do Campeonato. Dada a presença de novos binómios pilotos/carros é ainda cedo para que se possa perceber a competitividade de cada equipa e como tal será com muita expectativa que Rui aguardará o desenrolar das primeiras provas para que se possa posicionar perante os seus directos adversários.

Independentemente destas incógnitas, será certo que o piloto mais novo da equipa tudo fará para defender os objectivos da equipa, tendo como principais adversidades o desconhecimento de alguns traçados do calendário e a pressão de ser o piloto principal da equipa. Para contrariar estes factores, Rui contará com todo apoio dos experientes elementos da equipa, que lhe proporcionarão as condições necessárias para que possa alcançar os melhores resultados em cada prova.