Rali de Portugal arranca em Guimarães
18 Novembro 2014 - José Soares da Costa

A edição 2015 do Rally de Portugal vai principiar no Campo de São Mamede, tendo como pano de fundo o Castelo de Guimarães, na tarde do dia 21 de maio, data em que está previsto começar uma das principais provas do Campeonato Mundial de Ralis, com organização do Automóvel Clube de Portugal.

O Município de Guimarães assinou um acordo de parceria que visa estabelecer os termos necessários à realização do Rally de Portugal 2015 na Região Norte, bem como as respetivas responsabilidades financeiras com vista à apresentação de uma candidatura junto da CCDR-N, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte 2007/2013 ON.2 (Eixo Prioritário I – Competitividade, Inovação e Conhecimento – PCI – I/2/2014 – EP), ao abrigo do “Overbooking”, ou seja, verbas que restam do antigo quadro comunitário e que ainda não foram afetadas.

Este protocolo visa encontrar uma solução para a ausência de financiamento do Turismo de Portugal, que recentemente anunciou a sua indisponibilidade em apoiar esta competição que, em 2015, será realizada no Norte do país. Os doze Municípios envolvidos uniram esforços para garantir a realização da prova na região nortenha, tendo formalizado, nesse sentido, um Acordo de Parceria, durante uma reunião efetuada na sede do Turismo Porto e Norte de Portugal, entidade que outorga o protocolo com os Municípios.

“A realização no Norte de Portugal do Rally de Portugal 2015 é estratégica para a região e para a sua afirmação. A verba que o Turismo de Portugal sempre concedeu a esta prova foi retirada e as Câmaras envolvidas foram chamadas a mais um esforço financeiro suplementar, tendo em conta a grande visibilidade internacional que está associada a este evento. Será mais uma excelente jornada de promoção de Guimarães como cidade capaz de acolher os maiores eventos mundiais”, afirmou o Vice-Presidente do Município, Amadeu Portilha, após ter assinado o acordo, em representação da Câmara Municipal de Guimarães.

Com o beneplácito da FIA – Federação Internacional do Automóvel, o Rally de Portugal, que voltará a ter grandes molduras humanas, continuará a ser encarado como a primeira “verdadeira” prova do Campeonato do Mundo FIA de Ralis de 2015, uma vez que se disputa depois de Monte-Carlo, Suécia, México e Argentina, cujas provas têm características muito particulares. A ronda monegasca, como é tradição, abre o calendário em pisos de asfalto normalmente marcados por tempo invernoso.

Em fevereiro, na Suécia, mantém-se a presença de neve na competição, enquanto no México e na Argentina, provas que se realizam fora da Europa, vigora a tradição de se apresentarem, habitualmente, as equipas oficiais que participam em todo o calendário. Depois, no mês de maio, o Rally segue para Portugal, um dos mais concorridos da época, já com a presença de muitas formações privadas, com as viagens intercontinentais ultrapassadas e a regressarem apenas no mês de setembro, na Austrália.