Rosberg bate Hamilton no Aústria
23 Junho 2014 - José Soares da Costa

Nico Rosberg venceu o Grande Prémio da Aústria, prova que regressa ao Campeonato do Mundo de F1 após 11 anos de ausência. O Red Bull Ring foi palco de mais um dobradinha da Mercedes, conquistada após um inspirada exibição da equipa de Brackley. O Williams de Valtteri Bottas encerrou as contas do pódio, tendo o piloto finlandês batido o seu colega de equipa Felipe Massa.

Com Felipe Massa a conquistar uma surpreendente pole position na sessão de qualificação de Sábado, previa-se um dominio da Williams no Grande Prémio da Aústria. No entanto, Nico Rosberg e Lewis Hamilton contrariaram essas intenções ao ultrapassarem os dois Williams durante as primeiras paragens nas boxes.

Lewis Hamilton surpreendia tudo e todos ao efectuar uma primeira volta fulgurante, recuperando desde a 9ª posição até ao 5º lugar. Pouco tempo depois, o piloto inglês ultrapassaria ainda o Ferrari F14T de Fernando Alonso, subindo à 4ª posição. Após as paragens nas boxes, Lewis Hamilton posicionou-se atrás do seu colega de equipa, sem que o conseguisse ultrapassar até ao final da prova.

Nico Rosberg conseguia assim bater o seu colega de equipa, distanciando-se ainda mais nas contas do Campeonato de Pilotos. Atrás dos dois pilotos da Mercedes terminou Valtteri Bottas, que conseguiu na Aústria o seu primeiro pódio. O piloto finlandês beneficiou de uma boa operação de troca de pneus para ultrapassar Felipe Massa, o seu colega de equipa na Martini Racing Williams.

Fernando Alonso fez os impossíveis com um Ferrari menos competitivo que os seus adversários. A 5ª posição foi o resultado alcançável pelo piloto espanhol no Red Bull Ring. Atrás de Alonso terminou Sérgio Pérez, que com um paragem tardia nas boxes chegou a passar pela liderança da corrida. No entanto, o Force India do piloto mexicano nunca esteve em condições de se bater com a forte concorrência posicionada à sua frente.

Kevin Magnussen, Daniel Ricciardo, Nico Hulkenberg e Kimi Raikkonen completaram o lote dos pilotos pontuáveis no Grande Prémio da Aústria. O jovem dinamarquês foi o ponta de lança na Mclaren, batendo claramente o seu colega de equipa. Já Ricciardo foi o melhor representante da Red Bull, após mais um abandono de Sebastien Vettel em 2014. O piloto australiano ultrapassou Nico Hulkenberg na derradeira volta deste GP. Finalmente, Raikkonen teve problemas de potência no Ferrari, terminando a 29 segundos do seu colega de equipa.

No Campeonato de Pilotos, Nico Rosberg lidera com 165 pontos, mais 29 pontos do que Lewis Hamilton. Daniel Ricciardo permanece na 3ª posição, com 83 pontos. Relativamente ao Campeonato de Construtores, a Mercedes lidera com 301 pontos, mais 158 que a Red Bull. O 3º lugar é ocupado pela Ferrari, que conta com 98 pontos.