Sébastien Ogier vence na Sardenha
9 Junho 2014 - José Soares da Costa

Sébastien Ogier regressou às vitórias com o triunfo alcançado no Rali da Sardenha, 6ª prova da temporada de 2014 do Campeonato do Mundo de Ralis. Atrás do Campeão do Mundo terminou o melhor Citroen DS3 WRC em prova, entregue ao norueguês Mads Ostberg. Jari-Matti Latvala encerrou o pódio em Itália, num rali em que esteve destacado na liderança mas acabaria por sofrer alguns contratempos.

O inicio do Rali da Sardenha foi marcado pela surpreendente liderança da Hyundai. Thierry Neuville era o 1º classificado e Juho Hanninen o seu fiel perseguidor, na 2ª posição. No entanto, tudo acabaria ainda neste primeiro dia de prova: Neuville perdeu vinte minutos devido a problemas mecânicos e Hanninen abandonaria após uma aparatosa saida de estrada.

Desta forma, Jari-Matti Latvala ascendeu à liderança do rali, tendo que se defender dos ataques de Mads Ostberg e Sébastien Ogier. O piloto finlandês terminaria o dia na liderança, com apenas 22.4s e 34.7ss de vantagem relativamente a Ogier e Ostberg respectivamente.

O 2º dia de prova viria a alterar significativamente a classificação do Rali da Sardenha. O finlandês Jari-Matti Latvala não teve um dia fácil, vendo o seu Volkswagen Polo R WRC ter alguns problemas de sobreaquecimento. Mas seria um toque numa pedra que viria a comprometer todos as suas aspirações, levando-o a perder cerca de 2 minutos com uma troca de pneu.

Desta forma, Sébastien Ogier passou para a liderança do rali, enquanto o seu companheiro de equipa desceu até à 3ª posição, a 2m01s do piloto francês. Mads Ostberg mantinha-se na 2ª posição, a 1m40s do líder da prova.  No derradeiro dia de prova, as posições não se alterariam e Sébastien Ogier limitou-se a confirmar o seu triunfo na Sardenha, dilatando a sua vantagem pontual no Campeonato de Pilotos para 33 pontos.

Atrás dos homens do pódio terminou Andreas Mikkelsen, piloto que somou mais triunfo no Power Stage para a Volkswagen. Elfyn Evans foi o melhor representante da M-Sport em solo italiano, tendo conquistado a 5ª posição. No WRC2, a vitória foi para Lorenzo Bertelli e Bernardo Sousa foi o 5º classificado. O piloto madeirense foi prejudicado com uma correcção de tempos efectuada pela organização no 2º dia de prova, que o atirou para a 4ª posição e comprometeu todas as suas aspirações.