Tom Kristensen retira-se da competição
19 Novembro 2014 - José Soares da Costa

Tom Kristensen anunciou hoje de manhã o fim da sua carreira na competição automóvel no final de 2014. As 6 Horas de São Paulo serão a sua derradeira participação ao volante de Sport Protótipo. O recordista de vitórias em Le Mans, actualmente com 47 anos, deixa assim um legado riquíssimo na Endurance, modalidade onde ganhou notoriedade ao volante dos Audi preparados pelo Team Joest.

Para Wolfgang Ulrich, a perda de Tom Kristensen representa um enorme vazio para a Audi Sport Team Joest e para a Endurance. No entanto, a decisão de se retirar num momento em que se ainda encontra no topo de forma é perfeitamente compreensível para o responsável alemão. Ulrich relembra também que Kristensen era o último representante da 1ª vaga de pilotos da Endurance da Audi Sport, em actividade desde 1999.

Em 1997, Tom Kristensen alcançou a sua 1ª vitória no Circuito de La Sarthe, ao volante de um TWR Porsche WSC-95 preparado pelo Team Joest. Em 2000, o piloto dinamarquês mudou-se para a Audi e a sua 1º vitória com a marca foi alcançada nas 12 Horas de Sebring de 2000, onde partilhou o Audi R8 com Frank Biela e Emanuele Pirro. Nesse mesmo ano, Kristensen conquistava a 1ª vitória da Audi em Le Mans e a sua 2ª vitória na clássica prova francesa.

Ao longo de 18 anos de competição, Kristensen conquistou 9 triunfos nas 24 Horas de Le Mans e bateu o anterior recorde que pertencia ao anterior “Sr. Le Mans”, Jacky Ickx. Graças ao título mundial alcançado no época transacta ao volante de um Audi R18 do Team Joest, Tom Kristensen irá competir no Brasil com o número que melhor simboliza os feitos de toda a sua carreira: 1. Será uma despedida verdadeiramente merecida para um Campeão, quer dentro das pistas, quer fora destas.