Tourist Trophy: Loucuras na Ilha de Man
26 Agosto 2014 - José Soares da Costa

Todos os anos, na pequena ilha de Man, é disputada a última prova no Mundo que desafia a audácia e a coragem dos pilotos que se atrevem a competir. O Isle of Man Tourist Trophy, evento de motociclismo mais admirado em todo o mundo, é o último bastião dos desportos motorizados, onde a segurança é colocada em segundo plano em prol do desafio de rodar a mais de 200 km/h, ao longo da ilha, em meras estradas citadinas.

O mundialmente famoso Isle of Man Tourist Trophy teve inicio no longínquo ano de 1907. A prova britânica, considerada por todos os pilotos como o derradeiro desafio da sua carreira, fez parte do Campeonato do Mundo de Motociclismo FIM desde 1949 até 1976. Em 1977, por razões de segurança, o Isle of Man TT deixou de integrar o campeonato organizado pela Federação Internacional de Motoclismo. Entre esse ano e 1990, a prova fez parte do campeonato TT Formula 1, sendo actualmente organizado como um evento isolado, denominado de Isle of Man TT Festival.

Charlie Collier foi o vencedor da primeira edição do Isle of Man TT em 1907, tendo pilotado uma Matchless com um único cilindro. A classe reservada às motos bi-cilindricas foi ganha por Rem Fowler, numa Norton com motor Peugeot. O prémio entregue na altura aos vencedores (e que ainda hoje é um dos símbolos desta prova) foi doado por Marquis de Mouzilly St. Mars. A No que concerne as estatísticas, Joey Dunlop permanece como o piloto mais bem sucedido na Ilha de Man, tendo alcançado um total de 26 vitórias neste evento.

Os regulamentos em vigor em 1907 obrigavam à utilização de objectos típicos de uma moto de estrada, tais como silenciadores de escape, pedais e guarda lamas, reforçando à ligação com os veículos do dia-a-dia. Além disso, as motos inscritas nas duas categorias (mono-cilindro ou bi-cilindro) estavam limitadas pelo consumo de combustível permitido (38 km por litro nas moto mono-cilindricas e 31 km por litro nas motos bi-cilindricas). Em contraste com o passado, os actuais regulamentos permitem a inscrição de motos com motores até 1000 cc na classe Senior TT, a mais importante do evento.

O perigo, considerado uma das principais atracções deste evento, fez sempre parte do programa do Isle of Man TT. Entre 1907 e 2014, cerca de 244 pilotos perderam a sua vida no sinuoso, estreito e traiçoeiro traçado delineado ao longo da ilha de Man. 1970 foi o “annus horribilus” desta prova, em virtude das 6 fatalidades ocorridas num único evento. Bob Price, Karl Harris, Stephen McIlvenna e Tim Moorhead foram os últimos nomes a serem inscritos nesta lista negra, tendo falecido na edição de 2014.

Apesar das dificuldades, das dúvidas e do perigo que todos os anos marcam o Isle of Man TT Festival, a prova permanece no calendário de todos os aficionados de desportos motorizados. Com as imagens simplesmente espectaculares que poderá apreciar no video que agora vos trazemos, não será dificil perceber porquê…