Toyota domina nas 6 Horas de Xangai
3 Novembro 2014 - José Soares da Costa

A nipónica Toyota dominou as 6 Horas de Xangai, alcançando uma dobradinha e batendo as formações oficiais da Audi e Porsche. Embora a pole position tivesse sido alcançada por um Porsche 919 Hybrid, a marca germânica viu-se ultrapassada pelos dois TS040 no final das 6 horas de prova. O português Pedro Lamy venceu a classe GTE Am, dando mais um triunfo à Aston Martin.

As 6 Horas de Xangai tiveram um arranque problemático, fruto do violento acidente protagonizado pelo Oreca Nissan da KCMG (pilotado por Alex Imperatori) e o Ferrari 458 Italia da AF Corse (pilotado por Gianmaria Bruni). Uma falha da electrónica do LMP2 levou à sua paragem em plena pista e Bruni, sem espaço para evitar o Oreca, embateu na sua traseira a alta velocidade.

Com a entrada do Safety Car em pista, os dois Toyota anteciparam o splash and dash que seria efectuado no final da prova. Recuperando desde o fundo do pelotão, os TS040 rapidamente regressaram ao Top 10. Com o Toyota nº8 a cumprir uma estratégia de corrida exemplar, Sébastien Buemi e Anthony Davidson rumaram para uma vitória sem contestação.

Na 2ª posição, a mais de um minuto, terminou o Toyota nº7, entregue a Alexander Wurz, Stéphane Sarrazin e Kazuki Nakajima. O melhor não-Toyota seria o Porsche 919 nº14, dividido por Romain Dumas, Neel Jani e Marcel Lieb, que terminou no último degrau do pódio. O melhor Audi R18 e-tron quattro, de Andre Lotterer, Benoit Treluyer e Marcel Fassler, terminou apenas na 4º posição.

Na categoria LMP2, destaque para o triunfo do Ligier JSP2 da G-Drive Racing, pilotado por Olivier Pla, Julien Canal e Roman Rusinov. Entre os GTE Pro, Frédéric Makowiecki e Patrick Pilet levaram o Porsche 911 RSR ao triunfo após o abandono do Aston Martin de Stefan Mucke e Darren Turner. Nos GTE Am, Pedro Lamy, Paul Dalla Lana e Christoffer Nygaard bateram a oposição e conquistaram mais uma vitória para as cores da Aston Martin.