Nissan LMP1 com recrutas da GT Academy
12 Fevereiro 2015 - José Soares da Costa

A NISSAN confirmou na passada madrugada a escolha de Lucas Ordonez e Jann Mardenborough para o seu programa LMP1, promovendo os recrutas da GT Academy para o seu principal projecto desportivo. Além dos dois “GT Academy boys”, a marca japonesa confirmou também a escolha do alemão Michael Krumm para um dos GT-R LM NISMO.

Em dois pontos distintos do globo, a NISSAN revelou os novos recrutas para o seu mais recente programa desportivo, o GT-R LM NISMO LMP1. O britânico Jann Mardenborough foi confirmado como um dos pilotos do novo GT-R no Salão Automóvel de Chicago. Na mesma altura, foi revelado em Yokohama a escolha do espanhol Lucas Ordonez, o primeiro vencedor da GT Academy.

A confirmação dos “GT Academy boys” no mais importante projecto desportivo da NISSAN confirma a relevância da iniciativa, realizado em parceria com a Sony, para os planos da marca japonesa. Começando por Jann Mardenborough, o piloto britânico venceu corridas na GP3 e surpreendeu tudo e todos nas últimas 24 Horas de Le Mans. O jovem piloto prepara-se agora para disputar uma época completa do FIA WEC ao volante de um dos NISSAN GT-R LM NISMO.

Quanto a Lucas Ordonez, o primeiro vencedor da GT Academy irá finalmente ter a hipótese de discutir a vitória nas 24 Horas de Le Mans. Ordonez irá acompanhar Tsugio Matsuda no 3º GT-R LMP1, disputando somente as 24 Horas de Le Mans. Além do programa LMP1, Ordonez irá efectuar uma temporada completa no campeonato japonês Super GT. Após uma temporada de estreia na classe GT300, o piloto espanhol irá transitar para os mais potentes GT500, pilotando um NISSAN GT-R NISMO.

Além dos dois vencedores da GT Academy, a NISSAN confirmou também a presença de Michael Krumm num dos GT-R LM NISMO. O piloto germânico é um veterano no seio da marca japonesa, sendo conhecido pelas suas capacidades de desenvolvimento de novas viaturas. Krumm foi o primeiro piloto a pilotar o NISSAN GT-R LM NISMO e irá marcar presença nas primeiras 3 corridas da temporada, regressando ao Super GT após as 24 Horas de Le Mans.