Sébastien Ogier vence Rali do México
9 Março 2015 - José Soares da Costa

O WRC viajou até ao México para a disputa da 3ª prova do calendário de 2015. O vencedor? Só poderia ser um…Sébastien Ogier. Com Jari-Matti Latvala a protagonizar mais um acidente, o piloto francês dependeu apenas de si para vencer na América do Sul. Mads Ostberg foi o 2º classificado, colocando o seu Citroen imediatamente à frente do VW Polo R WRC de Andreas Mikkelsen.

A prova mexicana arrancou com uma vitória de Thierry Neuville na 1ª classificativa. No entanto, Sébastien Ogier alcançou a liderança logo na 2ª super especial nocturna, disputada durante o 1º dia de prova.  Na manhã do dia seguinte, Sébastien Ogier mantinha  a liderança perante a forte oposição de Thierry Neuville, com cerca de 9.6 segundos de vantagem sobre o piloto belga. Jari-Matti Latvala era o 3º classificado, a 15.8 segundos de distância de Ogier.

Ainda durante a manhã deu-se o susto do dia: logo no primeiro troço, o Ott Tanak sofreu uma saída de estrada e caiu num lago que se encontrava demasiado próximo. A viatura britânica viu-se rapidamente engolida pela água, mas felizmente tanto Tanak como o seu co-piloto Raigo Molder conseguiram sair rapidamente do Ford Fiesta RS WRC. O troço foi interrompido e Malcolm Wilson chegou a afirmar que tinha estado 15 minutos sem qualquer informação sobre a sua equipa!

Ainda durante as classificativas de sexta feira, foram vários os abandonos que marcaram a prova: Kris Meeke, Robert Kubica e Hayden Paddon. Mas a principal baixa acabaria por ser mesmo Thierry Neuville. Na 2ª passagem pela classificativa “El Chocolate”, o piloto belga bateu e foi forçado a abandonar a prova. Desta forma, Jari-Matti Latvala passava para a 2ª posição do Rali do México, a apenas 13.5 segundos de distância de Ogier. Na terceira posição encontrava-se agora Mads Ostberg, a cerca de 29 segundos do líder da prova.

Durante o Sábado, Sébastien Ogier viu a sua vida facilitada com mais um despiste de Jari-Matti Latvala. Na 2ª classificativa do dia o piloto finlandês deu um toque e partiu a suspensão traseira, sendo obrigado a abandonar. Com mais de um minuto de vantagem sobre Mads Ostberg, Ogier tinha apenas de levar o seu Volkswagen até ao final da prova para carimbar mais um triunfo no WRC.

A luta pela segunda posição foi palco de todas as atenções até o final da prova, com Andreas Mikkelsen a aproximar-se perigosamente do piloto da Citroen. No entanto, Mads Ostberg não cedeu à pressão nas 3 derradeiras classificativas de Domingo e terminou a prova na 2ª posição, com 6.3 segundos de vantagem sobre Andreas Mikkelsen, o 3º classificado no final do rali.

Quanto ao campeão Sébastien Ogier, o piloto francês rubricou o seu 27º triunfo no WRC, ultrapassando “El Matador” Carlos Sainz na lista de pilotos com maior número de vitórias no WRC. Ogier venceu ainda o Power Stage do Rali do México, conquistando 3 pontos adicionais que o deixam ainda mais na liderança do campeonato…