[25 Fev 2020]
Rebellion Racing vence Lone Star Le Mans

Gustavo Menezes, Norman Nato e Bruno Senna conquistaram a segunda vitória da temporada da Rebellion Racing, batendo os dois Toyotas TS050 Hybrid fortemente penalizados pelo EoT (Equivalence of Technology). Partindo da pole position, o solitário Rebellion R13-Gibson liderou praticamente a totalidade da prova. Filipe Albuquerque venceu entre os LMP2 e António Félix da Costa foi o 3º classificado nesta categoria.

[25 Fev 2020]
Alonso de regresso à Indy 500 com McLaren

O piloto espanhol Fernando Alonso confirmou a presença nas 500 Milhas de Indianápolis, ao volante de um Dallara-Chevrolet da Arrow McLaren SP. O Bicampeão do Mundo de Fórmula 1 terá assim mais uma hipótese de conquistar a tão ambicionada “Triple Crown”, um feito só alcançado pelo britânico Graham Hill.

[24 Fev 2020]
Rali Serras de Fafe abre com “chave de ouro”!

A época de ralis 2020 está prestes a começar e promete abrir com “chave de ouro”, com uma lista de inscritos de nível Mundial, com o Team Hyundai Motorsport, Campeão Mundial de Construtores a trazer o Campeão do Mundo de Pilotos, Ott Tanak, acompanhado de Dani Sordo, ambos aos comandos de dois Hyundai i20 WRC. A presença de 50 equipas e o regresso dos competitivos troços de Felgueiras ao panorama dos ralis nacionais são os pontos em destaque da próxima edição que tem o centro nevrálgico em Fafe.

[19 Fev 2020]
Aston Martin reequaciona Valkyrie em Le Mans

A Aston Martin anunciou que não irá avançar com o programa Hypercar, programado para a temporada de 2020/2021 do Campeonato do Mundo de Resistência. O anúncio inicial, realizado em Junho, revelava a pretensão do constructor britânico em colocar em pista o novo Valkyrie, de acordo com os regulamentos da nova classe Hypercar do FIA WEC. No entanto, o avultado investimento por parte de Lawrence Stroll e a reentrada da Aston Martin na Fórmula 1 em 2021 terão colocado um ponto final neste programa desportivo.

[16 Fev 2020]
Elfyn Evans faz história no Rali da Suécia!

Num Rali da Suécia encurtado pela ausência da neve nas classificativas, Elfyn Evans fez história ao tornar-se no primeiro piloto britânico a triunfar nesta prova. Evidenciando a sua rápida adaptação ao Toyota Yaris WRC, o novo recruta de Tommi Makinen dominou a prova desde o seu arranque e saiu da Suécia na liderança do Campeonato de Pilotos, empatado com Thierry Neuville.