[10 Out 2018]
Lewis Hamilton a um passo do título mundial

Num Grande Prémio do Japão dominado pela Mercedes, Lewis Hamilton sagrou-se vencedor e encontra-se agora a um curto passo do seu 5º título mundial. Caso o piloto britânico ganhe 8 pontos a Sebastian Vettel no próximo Grande Prémio dos EUA, conquistará novamente o título de Campeão do Mundo de Fórmula 1. Sem ritmo para discutirem o triunfo com o piloto britânico, Valtteri Bottas e Max Verstappen completaram o pódio no desafiante traçado de Suzuka.

[10 Out 2018]
Sébastien Ogier herda triunfo em Gales

Com um domínio avassalador desde o arranque do Rali de Gales, tudo parecia estar encaminhado para mais um triunfo de Ott Tanak. Mas uma desistência, devido a problemas no motor do Toyota Yaris WRC, acabaria por entregar a vitória a Sébastien Ogier, seu rival directo na luta pelo título de Pilotos. Thierry Neuville também não teve vida fácil, perdendo algum tempo com uma saída de estrada. Jari-Matti Latvala e Esapekka Lappi ocuparam as restantes posições do pódio.

[9 Out 2018]
Fotografias: Autoclássico & Motorshow

Encontra-se disponível a galeria fotográfica do Autoclássico & Motorshow, cuja organização esteve a cargo da Xikane e da Eventos del Motor. Esta galeria divulga apenas uma pequena amostra das várias fotografias registadas durante o evento, pelo que poderão contactar-nos para adquirir as restantes fotografias através do email geral@direita3.pt.

[2 Out 2018]
Bottas cede vitória a Hamilton em Sochi

Num Grande Prémio da Rússia marcado pelas ordens de equipa, foi Lewis Hamilton quem se sagrou vencedor. Partindo da pole position conquistada no Sábado, Valtteri Bottas demonstrou o ritmo necessário para triunfar em Sochi. No entanto, a disputa pelo título de Pilotos ditou a entrega da 1ª posição a Lewis Hamilton, tendo o piloto britânico dilatado a sua vantagem pontual para 50 pontos. O seu principal adversário na luta pelo título, Sebastian Vettel, foi apenas o 3º classificado.

[2 Out 2018]
Rui Ramalho conquista pleno em 2018

A coroação do bicampeão nacional como “Rei da Montanha” foi feita sob o signo de mais uma demonstração de talento e rapidez do piloto do Porto que rodou sempre acima da concorrência, rematando da melhor forma uma época perfeita. Rui Ramalho voltou a só usar uma subida de treinos por dia e a resolver a questão da vitória absoluta numa rampa em apenas duas subidas de prova. Mas desta feita alinhou na terceira e última, como brinde aos adeptos e momento de comemoração.